06/05/2009

O seu a seu dono

Desde que a Maria nasceu que eu e o pai nos tratamos, muitas vezes, por "papá" e "mamã".

Ontem pediste para falar com o pai e a seguir falei eu. Despedi-me:
- Beijinhos, papá. Fica bem.

Ao desligar, vejo uma menina de mão na cintura, cara de má:
- Porque é que chamas "papá" ao MEU pai? Ele não é teu pai!

Mai nada, minha rica filha. Não repito a gracinha, eheheh.

4 comentários:

dangerously in love disse...

Também acontece por cá às vezes... e ela olha pa mim e diz:

"Papá???Não...amôli (amor)"

beijocas

sonia disse...

Cada um no seu lugar!!Mai nada lol
beijinhos

moca disse...

Aqui ainda não lhe deu para isso anda é numa fase de ninguem pode beber vinho porque é do avo e a cerveja do papa, e se tentamos temos logo que ouvir nao nao nao!!!

Bjs

flores disse...

Pai, cada uma com o seu. :)